Neste blog propostas de filmes e material para debate socioambiental!

Neste blog você irá encontrar muitas propostas de filmes diversos, ideias e material de apoio para um bom debate sobre as relações ambiente, natureza, sociedade e cultura, numa perspectiva socioambiental

Navegue!

O amigo do rei (D´Elia, Brasil, 2019)

O Cineclube Socioambiental da UFF/Campos vai realizar na próxima terça (22/10), às 18h, uma sessão para assistir e debater o filme "O amigo do Rei" (André Delia, Brasil, 2019).

Uma parceria com a plataforma Videocamp. Nela há disponível, além do filme, material para subsidiar o debate!  




“O Amigo do Rei” é um híbrido de documentário e ficção que tem como tema o maior crime ambiental da História do Brasil: o rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG) e suas consequências. O filme acompanha de modo ficcional o cotidiano do deputado federal Rey Naldo nos bastidores do Congresso Nacional, mostrando as relações íntimas existentes entre política e mineração.
“O Amigo do Rei” é ao mesmo tempo um documentário investigativo e uma ficção alegórica que revela um sujeito político empresarial diluído na sociedade brasileira desde o período colonial.

Cineclube SocioAmbiental Campos
ESR / UFF - Rua José de Patrocínio, 71
Terça, 22/10 - 18h
Sala C 206 - UFF Campos
Entrada franca, com entrega de certificado no final da sessão.



Sessão debate sobre Black Mirror (Quinze milhões de méritos)

Sexta-feira 26 de outubro às 14h
Sala Multiuso / UFF Campos (José de Patrocínio 71, Centro, Campos dos Goytacazes, RJ)



Nausicaä do Vale do Vento (Japão, 2004)



Ficha Técnica

Título Original: Nausicaä of the Valley of the Wind (Kaze no tani no Naushika)
País: Japão
Ano: 1984
Direção: Hayao Miyazaki/Kazuo Komatsubara
Roteiro: Hayao Miyazaki
Música: Joe Hisaishi
Duração: 116 minutos
Produção: Tokuma, Japan/Isao Takahata
Gênero: Animação/Ficção Científica
Distribuição: Toei Animation

Mais sobre o filme em: Especial Ghibli – Nausicaä do Vale do Vento - (Blog OTAKU NO IE)


Sob a pata do boi - como Amazônia vira pasto (Brasil, 2018)

Retomando as atividades!





SINOPSE

A Amazônia tem hoje 85 milhões de cabeças de gado, três para cada habitante humano. Na década de 1970, quase não havia bois e a floresta estava intacta. Desde então, uma porção equivalente ao tamanho da França desapareceu, da qual 66% virou pastagem. A mudança foi incentivada pelo governo, que motivou a chegada de milhares de fazendeiros de outras partes do país. A pecuária tornou-se bandeira econômica e cultural da Amazônia, forjando poderosos políticos para defendê-la. Em 2009, o jogo começou a virar quando o Ministério Público obrigou os grandes frigoríficos a monitorarem o desmatamento nas fazendas de onde compram gado. FONTE: Videocamp

Veja mais informações no site oficial do filme




Para ampliar as informações e saber mais sobre o que está por trás da cadeia industrial da carne, sugerimos ver a reportagem da Rede TVTEssa importante questão tem a ver com os nossos hábitos de consumo, mas também com as grandes empresas que degradam o meio ambiente. O assunto foi tema de evento realizado pela Fundação Heinrich Böll no Rio de Janeiro. Julianna Malerba, do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE, esteve entre as palestrantes da atividade.                                                                                         

______________________________________________

VER TAMBÉM a publicação da Fundação Heinrich Boell "A ascensão dos gigantes da carne:A indústria extrativa do Brasil"

E para quem quiser se engajar:

Greenpeace:




The Meatrix:


 The Meatrix!